Foto: Reprodução/BBC

A História de John Barnett

John Barnett, um ex-funcionário da Boeing com 32 anos de serviço, deixou um legado marcante após sua aposentadoria em 2017.

Testemunho em Processo de Denúncia

Nos dias que antecederam sua morte, Barnett estava testemunhando em um processo contra a empresa, levantando preocupações sobre os padrões de produção.

Reação da Boeing e Confirmação da Morte

A Boeing expressou tristeza com a morte de Barnett, enquanto o legista do Condado de Charleston confirmou sua morte, atribuindo-a a um ferimento autoinfligido.

Revelações de John Barnett

Barnett revelou preocupações sérias, incluindo ajuste deliberado de peças abaixo do padrão e falhas nos sistemas de oxigênio, potencialmente comprometendo a segurança das aeronaves.

Pressão na Linha de Produção

Após seu trabalho como gerente de qualidade na fábrica de North Charleston, Barnett levantou questões sobre a pressão para construir aeronaves rapidamente, possivelmente comprometendo a segurança, apesar das negativas da empresa.